Sábado, 22 de Janeiro de 2005
Nacional 0 X Boavista 2 - GRANDE PERSONALIDADE "AXADREZADA" CULMINA NUM TRIUNFO IMPORTANTÍSSIMO

Nacional - Hilário; Emerson, Fernando Cardozo, Ávalos e Cleomir; Cléber Monteiro, Wendell (Bruno, aos 58min) e Gouveia; Alexandre Goulart (Nuno Viveiros, aos 32min), Adriano e Serginho Baiano (André Pinto, aos 79min)


Treinador: João Carlos Pereira


Boavista - Carlos; Nélson, Hélder Rosário, João Pinto e Carlos Fernandes; Tiago, Lucas e Milhazes (João Pinto, aos 54min); Guga (Martelinho, aos 72min), Hugo Almeida (Cafú, aos 85min) e Diogo Valente;


Treinador: Jaime Pacheco


Repetindo, de alguma forma, aquilo que fez no Estádio do Dragão, o Boavista arrecadou uma importante vitória no dificílimo terreno do Nacional, onde, recorde-se, o anterior líder, o Sporting, fora derrotado na semana anterior. Entrou com garra e personalidade este BFC, conseguindo, cedo, o domínio do jogo. Os "axadrezados" ganharam o meio-campo, com Tiago e Lucas, este a acumular a função de distribuídor de jogo, que desempenhou bem, a destacarem-se. No ataque, o esforçado Hugo Almeida constituía uma essencial mais-valia no jogo aéreo. E, logo aos 6min, Hugo Almeida, ganhando a bola, no ar, com o pé direito, desmarca Guga, que, perante Hilário, rematou ao lado. O Nacional, equipa que costuma dominar os encontros disputados em casa, sentia imensas dificuldades. Diogo Valente, que viria a revelar-se decisivo, tentava perfurar pelo flanco esquerdo, Nélson, um pouco mais retraído face à presença de Serginho Baiano, procurava, também, sempre que podia, dar profundidade ao lado direito do ataque. No eixo da defesa, Hélder Rosário e João Pedro, que, na primeira parte, não tiveram muito trabalho, cumpriam sempre que eram postos à prova. Aliás, o jovem médio, hoje central devido às ausências de Éder e Cadú, subia, por vezes, no terreno, de modo a iniciar os ataques boavisteiros. Foi neste panorama que o Boavista, "mandão" e dominador, teve outra oportunidade de golo, com os mesmos intervenientes: Hugo Almeida ganha o esférico de cabeça, colocando-o em Guga, que o domina em boas condições, mas, com o seu pior pé, o esquerdo, efectua um remate enrolado ao lado. No Nacional, destaque apenas para um cruzamento de Wendell, que desmarcou Alexandre Goulart na área. O ex-boavisteiro rematou, de primeira, mas de forma muito defeituosa. Goulart acabou mesmo por sair lesionado ainda na primeira parte. O intervalo chegava com a sensação de que o Boavista poderia, na segunda parte, marcar. E foi o que aconteceu. Praticamente a abrir o segundo tempo, quando Tiago se preparava para lançar o contra-ataque, Cléber Monteiro, que já tinha um amarelo, pisa o número 66 do Bessa e vê, justamente, o segundo amarelo. Quase imediatamente a seguir, um momento de verdadeira magia: Diogo Valente, na esquina da grande área, com pouco ângulo para rematar à baliza, dispara de primeira sem hipóteses para Hilário. Estava feito o 0-1, colocando justiça no marcador. Nos 20 minutos seguintes, o Boavista passou o seu pior período da partida. O Nacional assumia o controlo do jogo, mas apenas conseguia apostar, quase única e exclusivamente, em lançamentos longos para a grande área, que a defesa do Boavista, na maioria da ocasiões, conseguia anular. No entanto, a equipa madeirense teve uma oportunidade para chegar ao empate, quando Gouveia, dentro da grande área, remata para uma excelente defesa de Carlos, que desmontra bons reflexos. Nessa altura, a defensiva "axadrezada" donotava alguma insegurança (valia Carlos a evitar males maiores), a pressão alta do primeiro tempo era mais ténue e o Boavista precipitava-se, amiúde, na transição para o ataque, apostando em passes muito longos, ao invés de circular a bola, como se impunha estando em vantagem numérica. João Pinto, que substituiu Milhazes, procurava impôr essa mesma circulação. O Nacional foi perdendo fulgor e o Boavista voltava a "respirar", jogando com mais serenidade. Aos 67min, Hugo Almeida, desmarcando-se bem perante Cardozo, sozinho em frente a Hilário, desfere um forte remate, batendo o guarda-redes nacionalista, contudo a bola passsa ligeiramente ao lado da baliza. Alguns minutos depois, também em contra-ataque, João Pinto, em excelente posição, acerta mal na bola e remata por cima. Por essa altura, Martelinho já havia rendido Guga, contribuíndo para abrir o jogo no flanco direito. O Nacional tentava o empate, mas era o Boavista a equipa mais lúcida, tendo, aos 86min, colocado a bola no poste, através de Cafú, que pouco antes rendera o esgotado Hugo Almeida: Diogo Valente trabalha bem na esquerda, endossando o esférico a Cafú, que o envia ao poste. Aos 94min, praticamente no "cair do pano", após um contra-ataque iniciado por Nélson, Martelinho, com muita calma, perante a Hilário, passa ao lateral-direito cabo-verdiano, que marca o já merecido segundo golo boavisteiro. O encontro terminava pouco depois. O Boavista conseguiu uma excelente vitória no primeiro "round" frente ao Nacional. Destaque para as exibições de Lucas (não virou a cara à luta, sendo o patrão do meio-campo), Tiago, Hugo Almeida (trabalhou muito e ganhou muitas vezes os duelos no jogo aéreo), Diogo Valente (o fantástico golo e a forma como sempre tentou abrir o jogo na esquerda dão-lhe o prémio de melhor em campo), Nélson (anulou Serginho e o tento que apontou é um importante estímulo para este promissor lateral-direito), Martelinho (pode não ter a velocidade de outros tempos, mas a classe mantém-se) e Carlos (muito seguro, sempre que solicitado a intervir não vacilou). Que melhor forma poderia haver para comemorar o primeiro aniversário deste blog? VIVA O BOAVISTA!!!


 



publicado por pjmcs às 22:18
link do post | comentar | favorito

Próximos Jogos

Sp. CovilhãxBoavista

(25/01; 16:00) - 15.ª Jornada

artigos recentes

Boavista FC 2 - 0 Estoril

Santa Clara 3 - Boavista ...

Boavista FC 2 - 0 U. Leir...

SC Freamunde 2 - 0 Boavis...

Boavista FC 1 – 2 SC Beir...

BOAVISTA FC 0 - 2 GUIMARÃ...

Feirense 2 - 0 Boavista F...

Boavista FC 1 - 0 Oliveir...

BOAVISTA FC 1 - 0 LOUSADA

Boavista FC 1 - 1 D. Aves

Imagens Recebidas
Galeria de Imagens
arquivos

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

ligações
pesquisar