Quinta-feira, 30 de Junho de 2005
Próximos dias (ou mesmo horas) poderão ser decisivos para a formação do plantel
A dois dias da apresentação do plantel do Boavista versão 2005/2006 e a apenas um dia do início dos trabalhos no Estádio do Bessa Século XXI (embora Fary, Kalifa Cissé e Paulo Jorge já tenham realizado os primeiros exames de aptidão física), a SAD "axadrezada" procura acertar os últimos pormenores para a construção do plantel. O Dr. João Loureiro revelou que faltam dois jogadores para fechar o plantel (um médio organizador de jogo e um ponta-de-lança), a despeito de, caso haja saídas, terem de ser contratados futebolistas para as colmatarem. Nélson parece cada vez mais perto de ser transferido, com o campeonato francês e o FC Porto (que "reacendeu" o interesse no cabo-verdiano face ao insucesso das conversações para a aquisição de Kromkamp). Aliás, se o negócio com o FC Porto se vier a efectivar, o Boavista poderá, no âmbito do mesmo, conseguir o ponta-de-lança de que necessita (para fazer concorrência a William Souza e Fary); Hugo Almeida e Jankauskas podem vir a ser cedidos ao nosso clube (em definitivo ou por empréstimo). Ribeiro, lateral-direito do Beira-Mar, é a hipótese mais viável para colmatar a mais que provável saída de Nélson. Quanto a outras possíveis saídas, Éder poderá ser transferido para um clube espanhol (embora também possa ficar), surgindo Franco, Ricardo Silva e Bruno Alves (que também poderá vir a ser jogador do BFC, por empréstimo, como contrapartida para a eventual saída de Nélson para o rival da Invicta) como prováveis substitutos do brasileiro, e Diogo Valente poderá ser o próximo a integrar o contingente luso no Dinamo de Moscovo (a permanência de Hugo Monteiro no plantel poderá ser a solução para fazer face à possível partida do esquerdino de 20 anos). Mas não são só as prováveis saídas de jogadores que constituem as preocupações da SAD do Boavista. A permanência de João Pinto, que ainda não se decidiu entre ficar no BFC ou aceitar uma das propostas que tem de clubes estrangeiros, poderá ser a solução para "playmaker" (apesar de JVP não ser, propriamente, um "número 10"), juntando-se a Jocivalter, que, com Carlos Brito, terá a derradeira oportunidade de mostrar que o seu vínculo contratual (que termina no final desta época) merece ser prolongado. O médio brasileiro, no primeiro ano ao serviço dos "axadrezados", até mostrou ser dotado de capacidades técnicas acima da média. No entanto, o treinador Jaime Pacheco não lhe deu as oportunidades suficientes para se assumir como uma peça influente no "onze" do "xadrez". Na segunda temporada, com Sanchez ao "leme", Jocivalter foi "tapado" por Ricardo Sousa, acabando por ser emprestado, no Verão do ano passado, ao Varzim. Na formação poveira, Jocivalter nunca se sentiu um futebolista feliz, acabando por sair em Fevereiro, pedindo, inclusive, uma pré-rescisão do contrato à BFC, Futebol SAD. Todavia, os responsáveis "axdrezados" não perderam a confiança nas capacidades do criativo e convidaram-no a integrar o plantel do BFC. Contudo, como Jocivalter não pode ser a única opção para o "comando" do jogo ofensivo do Boavista, caso João Pinto opte por emigrar, a SAD terá de procurar alternativas. O empréstimo de Ricardo Sousa é uma hipótese ainda em aberto (embora só se deva poder concretizar, em princípio, perto do final de Julho). Ricardo Nascimento, que foi treinado por Carlos Brito no Rio Ave na última temporada, também pode estar na agenda "axadrezada".
No que diz respeito à posição de defesa-esquerdo, em que, da equipa de 2004/2005, apenas resta Carlos Fernandes, não tendo sido contratado qualquer jogador para este posto (embora possa vir a ser, caso Nélson saia). A inclusão de Igor (jovem lateral-esquerdo que esteve emprestado à União de Lamas) no plantel é um possibilidade muito forte. Jogadores como Steven (lateral-direito), Hugo Monteiro (extremo), Paulo Gomes (ponta-de-lança) e Gilberto (médio-defensivo) também podem vir a ser opções para Carlos Brito ao longo da temporada, dependendo da apreciação que este venha a fazer dos mesmos, da concretização das saídas acima referidas e da ausência de soluções acessíveis ao BFC no mercado para satisfazer as prioridades na construção do plantel.


publicado por pjmcs às 12:21
link do post | comentar | favorito

Próximos Jogos

Sp. CovilhãxBoavista

(25/01; 16:00) - 15.ª Jornada

artigos recentes

Boavista FC 2 - 0 Estoril

Santa Clara 3 - Boavista ...

Boavista FC 2 - 0 U. Leir...

SC Freamunde 2 - 0 Boavis...

Boavista FC 1 – 2 SC Beir...

BOAVISTA FC 0 - 2 GUIMARÃ...

Feirense 2 - 0 Boavista F...

Boavista FC 1 - 0 Oliveir...

BOAVISTA FC 1 - 0 LOUSADA

Boavista FC 1 - 1 D. Aves

Imagens Recebidas
Galeria de Imagens
arquivos

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

ligações
pesquisar