Domingo, 31 de Agosto de 2008
Varzim S C 0 - 2 Boavista FC

O Boavista saiu derrotado da primeira deslocação da época por dois tentos sem resposta. O resultado não reflecte o equilíbrio global do encontro, em que o Varzim acabou por beneficiar de uma elevada eficácia em termos ofensivos para vencer um jogo no qual, no cômputo geral, o empate seria o desfecho mais ajustado.


 

Para este duelo na casa varzinista, Rui Bento apostou no “onze” que iniciara a partida de abertura do campeonato, frente ao Vizela. O tradicional 4-3-3 foi o esquema utilizado, com Gilberto e Bruno Pinheiro a permanecerem nas alas do sector defensivo (na esquerda e na direita, respectivamente) e Araújo e o capitão Jorge Silva no eixo. No meio-campo, um trio constituído por Bruno Monteiro em posição mais central e mais recuado, Pedro Moreira descaído sobre a direita e, mais sobre a esquerda, ligeiramente mais adiantado e com funções de organizador de jogo, o experiente Rui Lima. Na frente, no sector onde as trocas posicionais foram mais frequentes durante o encontro (de molde a confundir as marcações adversárias), o ponta-de-lança João Tomás, com Adriano e Sidnei no apoio (embora este último, sobretudo na primeira parte, aparecesse frequentemente como segundo ponta-de-lança). Na baliza, Sérgio Leite mantinha a titularidade que havia justificado frente ao Vizela


 

Entrou muito pressionante o Boavista, fortemente apoiado pelos cerca de mil boavisteiros que encheram o sector do estádio destinado ao clube visitante, mas rapidamente entrou numa toada de equilíbrio e indefinição, a típica fase de “estudo” mútuo entre as duas equipas, com alguns passes falhados de parte a parte. A equipa da Póvoa apresentava, nesse período, um ligeiro ascendente sobre a turma axadrezada, fruto do seu (natural) maior entrosamento, explorando as alas em situações de 2 para 1 para tentar penetrar no último reduto do Boavista. A dupla de centrais do Boavista, todavia, conseguia, com maior ou menor dificuldade, resolver os problemas, impedindo o Varzim de criar situações de perigo. Pouco a pouco, o Boavista foi acertando as marcações a meio-campo e começando a gizar bons lances ofensivos, principalmente pelo flanco esquerdo. Foi, aliás, do Boavista a primeira grande ocasião do jogo: aos 33 minutos, após uma boa variação de flanco por parte de Adriano, Gilberto, descaído para a esquerda na grande área do Varzim, cruzou para João Tomás que, por milímetros, não conseguiu fazer o desvio de cabeça que, com toda a certeza, permitiria inaugurar o marcador. Não aproveitou o Boavista… marcou o Varzim, três minutos depois, na sequência de um canto. De notar, contudo, que, na jogada da qual resultou o pontapé de canto, um defensor da formação da casa saltou, claramente, em falta com João Tomás, um erro da equipa de arbitragem que, infelizmente, acabou por ter interferência no resultado. A primeira parte não terminaria sem mais uma flagrante oportunidade para os axadrezados: aos 42 minutos, novamente João Tomás, que, após uma excelente desmarcação a um passe longo, rematou cruzado de pé esquerdo, com a bola a passar caprichosamente ao lado do poste. O intervalo chegava com um vantagem injusta por parte da equipa local, mas a sensação de que o BFC tinha capacidade para discutir o encontro e, quiçá, operar a “reviravolta” no marcador.


 

Pouco depois do reatamento, Rui Bento efectuou a primeira alteração, mantendo o mesmo esquema táctico: Zâmbia entrou para extremo-direito. O mais recente “reforço” axadrezado teve, na primeira vez que tocou no esférico, um boa ocasião para marcar: abertura inteligente de Rui Lima com o pé direito e Zâmbia acabou por não conseguir desfeitear o guardião varzinista, que fez muito bem a “mancha”. E, uma vez mais… quem não marca, sofre. Decorra o minuto 51, quando, numa jogada de contra-ataque, Miran surgiu isolado perante Sérgio Leite, este desviou para o poste, mas, com algum azar à mistura, a bola acabou por sobrar para Yazalde, que, em posição muito favorável, fez o 2-0. Rude golpe, obviamente, para as aspirações boavisteiras, após um início de segunda parte em que o Boavista havia surgido mais forte e mais acutilante que o Varzim.

Rui Bento ainda tentou, com duas substituições, animar a partida, fazendo entrar Diogo Fernandes para o lado-direito da defesa (saiu Araújo e passou Bruno Pinheiro para central) e Ivan Santos para as funções de “playmaker” (rendendo o esgotado Rui Lima). Entraram bem os dois jovens jogadores, mostrando bons atributos técnicos e muita vontade, mas tais argumentos acabaram por não ser suficientes para alterar o rumo do desafio numa fase em que o discernimento e, também, as forças (perante um opositor com mais tempo de preparação física neste início de temporada) escasseavam. Por isso, resumiram-se a um remate forte de Diogo Fernandes, na sequência de um livre mesmo ao “cair do pano”, as situações de realce que a partida teve a partir do segundo tento.


 

Em suma, há ainda muitas arestas por limar, é certo, pelo que será muito o trabalho que aguarda a equipa técnica liderada por Rui Bento (sendo que a interrupção dos jogos oficiais no próximo fim-de-semana poderá ser importante nessa perspectiva). No entanto, apesar da derrota (injusta), esta equipa mostrou atributos e capacidade para, durante a época, satisfazer os boavisteiros domingo após domingo. Os aplausos, no final da partida da grande falange de apoio axadrezada que hoje se deslocou ao estádio do Varzim SC provam-no... apoio esse que poderá ser, sem dúvida, um dos maiores “reforços” deste Boavista versão 2008/2009.



publicado por pjmcs às 17:39
link do post | comentar | favorito
|

Próximos Jogos

Sp. CovilhãxBoavista

(25/01; 16:00) - 15.ª Jornada

artigos recentes

Boavista FC 2 - 0 Estoril

Santa Clara 3 - Boavista ...

Boavista FC 2 - 0 U. Leir...

SC Freamunde 2 - 0 Boavis...

Boavista FC 1 – 2 SC Beir...

BOAVISTA FC 0 - 2 GUIMARÃ...

Feirense 2 - 0 Boavista F...

Boavista FC 1 - 0 Oliveir...

BOAVISTA FC 1 - 0 LOUSADA

Boavista FC 1 - 1 D. Aves

Imagens Recebidas
Galeria de Imagens
arquivos

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

ligações

pesquisar