Sábado, 2 de Dezembro de 2006
FC Porto X Boavista FC - Antevisão

           

Equipas prováveis:

 

FC Porto – Hélton; Bosingwa, Pepe, Bruno Alves e Marek Cech; Raul Meireles, Lucho González e Jorginho; Quaresma, Hélder Postiga e Lisandro

 

Outros convocados: Vítor Baía, Ricardo Costa, João Paulo, Ibson, Tarik Sektioui, Bruno Moraes e Adriano

 

Treinador: Jesualdo Ferreira

 

Boavista – Khadim; Hélder Rosário, Ricardo Silva, Cissé e Mário Silva; Tiago, Lucas, Kazmierczak e Ricardo Sousa; Zé Manel e Roland Linz

 

Outros convocados: William, Léo Tambussi, Essame, Paulo Sousa, Grzelak, Hugo Monteiro, Zairi e Fary

 

Treinador: Jaime Pacheco

 

É dentro de algumas horas que tem início o sempre apetecível “derby” da cidade Invicta, com mais uma deslocação do Boavista ao Estádio do Dragão, onde, da última vez em que foi orientado por Jaime Pacheco, conseguiu vencer.

 

Ao contrário do que acontecia à partida desse jogo de 20 de Novembro de 2004, o Boavista apresenta-se em casa do seu grande rival bastante debilitado por uma situação classificativa preocupante, enquanto que o FC Porto lidera o campeonato e vem de uma série de seis vitórias consecutivas (contabilizando BwinLiga e Liga dos Campeões). No entanto, apesar do penalizador empate frente ao Estrela da Amadora, os “axadrezados” deram, na segunda parte do último encontro, sinais de alguma vitalidade e capacidade para conseguir resolver a actual situação.

 

Para o “clássico” de hoje à noite, Jaime Pacheco já afirmou que uma das prioridades da equipa às suas ordens será a de procurar fechar os espaços à manobra ofensiva do FC Porto, nomeadamente através do bloqueio das acções de jogadores como Lucho González (em grande destaque nos últimos jogos, aparecendo a aproveitar os espaços vazios nas segundas bolas e, também, em evindência no último passe), Ricardo Quaresma e Hélder Postiga (cujas movimentações e capacidade de desmarcação devem merecer, por parte dos centrais e, também, dos laterais, grande atenção, de modo a que Postiga não consiga, como tem sucedido nos últimos jogos do FC Porto, surpreender com remates “à meia-volta” ou aparecer na resposta a cruzamentos em boa posição). Além disso, será importante que Hélder Rosário (provável titular no lado direito da defesa) saiba “encostar” aos dois centrais (algo que, por exemplo, não aconteceu frente ao Leiria e ao Estrela da Amadora), uma vez que o FC Porto, na sua acção ofensiva, rapidamente consegue passar do 4-3-3 para 4-4-2, com Jorginho a descair para uma das alas e Lisandro a surgir no apoio a Hélder Postiga.

 

Na tentativa de impedir que o FC Porto flua o seu jogo para o ataque, é provável que Jaime Pacheco reforce o meio-campo com a inclusão de Kazmierczak (que tem a vantagem adicional de ser muito forte no jogo aéreo, o que poderá constituir um importante auxílio aos dois centrais, nos duelos a meio-campo com Lucho González e nos lances de bola para a favor do BFC, que podem ser boas situações para a “Pantera” surpreender a defensiva portista), dando, assim, maior liberdade ofensiva a Ricardo Sousa, podendo este descair, em algumas situações, para a ala esquerda. Todavia, Pacheco pode optar por manter o 4-3-3 habitual (nesse caso, Ricardo Sousa, apesar da excelente exibição frente ao Estrela da Amadora, poderá ser preterido em detrimento de Kaz, em prol de uma maior consistência defensiva e na ocupação dos espaços quando a equipa não tiver a bola em sua posse), tanto mais que Grzelak é tacticamente muito disciplinado, podendo, por isso, ser um importante auxílio a Mário Silva para travar Ricardo Quaresma.

 

No dificílimo jogo de logo à noite, o Boavista tem, acima de tudo, de ser uma equipa personalizada e evitar qualquer desconcentração (que, frente a um adversário com grande poderio, poderá ser fatal). Não se pode pedir aos “axadrezados” que pressionem muito alto, já que, se tal acontecesse, o sector defensivo poderia ficar excessivamente exposto ao ataque adversário, mas também não deixa de ser verdade que defender muito atrás constitui um “convite” para FC Porto se aproximar com perigo da baliza provavelmente ocupada por Khadim. Travar a circulação de bola do FC Porto, procurando que a formação orientada por um treinador que não está, claramente, isento de responsabilidades pelo mau início de época boavisteiro tenha de recorrer a um futebol directo, o que facilitaria a tarefa dos centrais Ricardo Silva e Cissé. Em todas as situações em que o Boavista consiga ganhar a posse do esférico a meio-campo, será importante que os “axadrezados”, tal como fizeram no jogo de 2004/2005, sejam objectivos e aproveitem todos os espaços concedidos. Nessa perspectiva, a visão de jogo de Ricardo Sousa e, se jogar, de Kazmierczak e a qualidade técnica de jogadores como Zé Manel (e Grzelak) serão argumentos de que o Boavista não pode abdicar, a fim de conseguir criar algum volume e ocasiões de golo para o ponta-de-lança Roland Linz. Afinal, foi com uma excelente disposição táctica, impedindo o adversário de fazer, em boas condições, a transposição para o ataque, e com desdobramentos rápidos e nos momentos oportunos para o ataque que o Boavista derrotou o Benfica por uns esclarecedores 3-0. E, se tal foi possível esta época, a equipa terá de acreditar que, pese embora o palco do jogo não seja o Estádio do Bessa Século XXI, tem qualidade para, pelo menos, criar bastantes dificuldades ao FC Porto e, quem sabe, fazer um bom resultado. Bom resultado esse que seria, com toda a certeza, o tónico que tem faltado ao Boavista para partir para uma temporada bem mais agradável.

O Estádio do Dragão terá uma assistência constituída, na sua maioria, por adeptos do FC Porto, mas, não obstante a má época que o BFC está a protagonizar, o facto de se tratar de um encontro disputado na cidade do Porto leva o Notícias do Bessa a apelar uma boa presença de boavisteiros no reduto do rival de sempre. Todo o apoio será fundamental para que o Boavista consiga contrariar todas as previsões e dar uma grande alegria a todos os boavisteiros com uma sempre saborosa vitória frente ao FC Porto.

 

FORÇA BOAVISTA!!!



publicado por pjmcs às 00:04
link do post | comentar | favorito
|

5 comentários:
De Boavista a 3 de Dezembro de 2006 às 00:38
Tudo bem que é um blog do Mágico Xadrez, contudo, é uma vergonha. Não tem artigos de opinião, não tem relatórios dos jogos que realmente interessam. De certeza, absoluta, quem escreve este Blog nem ao Bessa deve ir. É vergonhoso como em vésperas de jogos com os pseudo-grandes é que há antevisões e comentários.

Este é mesmo o espelho do País. Não se liga aos pequenos, só aos grandes.
E o jogo no Estádio Municipal da cidade do Porto, mais uma vez, e previsivelmente, foi uma vergonha. Como é que é nomeado um arbitro daqueles para um derby.


De pjmcs a 8 de Dezembro de 2006 às 15:58
Caro "Boavista",

Antes de mais, quero agradecer a visita ao meu blog e o comentário feito.

As críticas a este blog são, naturalmente, legítimas, visto que não apresentam qualquer tipo linguagem obscena - algo não permitido no "Notícias do Bessa". No entanto, cabe ao autor do "Notícias do Bessa" (ou seja, eu) defender-se, dado que as críticas feitas, apesar de, reafirmo, perfeitamente legítimas, são, em minha opinião, injustas, não só porque o autor deste blog é presença assídua no Estádio do Bessa Século XXI (presente em todos as partidas até agora disputados em casa nesta temporada) e em alguns encontros disputados fora de casa (sendo o último jogo um dos exemplos), mas também porquanto, se tiver a gentileza de consultar o arquivo deste blog, poderá constatar que os artigos publicados no "Notícias do Bessa" não versam apenas sobre os jogos com os três chamados "grandes" (aliás, poderá consultar análises, feitas durante a pré-época, a alguns encontros de carácter particular).

De resto, permita-me concordar inteiramente com a sua ideia de que, em Portugal: "Não se liga aos pequenos, só aos grandes.".

Cumprimentos,

PJMCS


De gUI a 3 de Dezembro de 2006 às 17:21
Fomos derrotados por 2 filhos da casa. Bosingwa a construir o resultado e Raul meireles a defender o resultado sem permitir a minima resposta ao boavista..

Enfim pode ser q assim de para perceber q ma gestao da maus resultados!

Pode ser q para o ano percamos por causa do Linz.


JOAO LOUREIRO - RUA
Exige-se alguem que perceba de negocios e q seja boavistero/a e q n tenha como apelido Loureiro


De BFC a 3 de Dezembro de 2006 às 18:20
Já mais criticarei quem nos fez campões. Enquanto nós temos de pagar o nosso estádio, outros tiveram-no pago pela camara. Daí o nome Estádio Municipal do Porto. O BFC tem de vender porque precisa de pagar o estádio. E não, antes do João, o Valentim tinha as contas em dia e ordenados em dia. Era um exemplo de administração financeira.
Veremos quem será nomeado para o Beira-mar.


De Mágico Xadrez a 8 de Dezembro de 2006 às 15:38
Participem no Forum de todos os Boavisteiros;
http://forum.panterasnegras.net

SÁBADO TODOS AO BESSA!

BOAVISTA SEMPRE!!!


comentar artigo

Próximos Jogos

Sp. CovilhãxBoavista

(25/01; 16:00) - 15.ª Jornada

artigos recentes

Boavista FC 2 - 0 Estoril

Santa Clara 3 - Boavista ...

Boavista FC 2 - 0 U. Leir...

SC Freamunde 2 - 0 Boavis...

Boavista FC 1 – 2 SC Beir...

BOAVISTA FC 0 - 2 GUIMARÃ...

Feirense 2 - 0 Boavista F...

Boavista FC 1 - 0 Oliveir...

BOAVISTA FC 1 - 0 LOUSADA

Boavista FC 1 - 1 D. Aves

Imagens Recebidas
Galeria de Imagens
arquivos

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

ligações

pesquisar